Ponto na Curva

Quinta-feira, 06 de Dezembro de 2018, 15h:43

Casal acusado de sonegar R$ 44 milhões tem prisão domiciliar revogada

Victor Augusto Saldanha Birtche e Flavia Birtche foram presos na Operação Grãos de Ouro

Da Redação

A Justiça Criminal Campo Grande (MS) revogou a prisão domiciliar do casal Victor Augusto Saldanha Birtche e Flavia Birtche.

Eles são acusados, juntamente com outros empresários e produtores rurais de terem sonegado pelo menos R$ 44 milhões e foram presos durante a Operação Grãos de Ouro.

O juiz entendeu que por serem primários, possuírem bons antecedentes e por não preencherem mais os requisitos da prisão preventiva, a prisão domiciliar deveria ser revogada.

Os alvarás de soltura foram cumpridos por determinação da juíza Silvana Ferrer Arruda, da 5ª Vara Criminal de Mato Grosso.

A defesa do casal é patrocinada pelos advogados Valber Melo, Pedro Peixoto, Filipe Broeto e Léo Catalá.

A operação

A Operação Grãos de Ouro, realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) de Mato Grosso do Sul, cumpriu 32 mandados de prisão preventiva e 104 mandados de busca e apreensão nos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.

Em Mato Grosso foram 10 ordens judiciais, sendo sete de buscas e apreensões e três prisões preventivas.

Segundo as investigações, as ações criminosas começaram em 2016, após vir à tona suposta existência de um esquema de sonegação de tributos estaduais, ICMS, na comercialização de grãos produzidos no estado de MS.

O prejuízo ao erário chega a R$ 44 milhões aos cofres públicos com as fraudes fiscais mantidas por produtores rurais, funcionários da Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda), caminhoneiros, corretoras e a princípio 14 empresas de fachada que emitiam notas fiscais frias.


Fonte: Ponto na Curva

Visite o website: pontonacurva.com.br